Apresentado por

Ao aderir ao MEI, motoristas de apps de transporte ganham vantagens

Com CNPJ, mais de 600 mil profissionais da área poderão adquirir carros com desconto; conheça as melhores opções da Nissan

Desde agosto deste ano, o Governo autorizou os motoristas de serviços de transporte por aplicativos (apps) a se cadastrarem como microempreendedores individuais (MEIs). Além de sair da informalidade, esses profissionais passaram a contar com benefícios como cobertura previdenciária – com direito a auxílio-doença e a aposentadoria por idade, por exemplo – e a poder emitir nota fiscal. Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a mudança deverá favorecer cerca de 600 mil motoristas que atuam na área atualmente.

O processo de inscrição pode ser feito no portal do empreendedor, de forma simples e rápida. Os motoristas de apps estão incluídos na categoria “outros transportes rodoviários de passageiros não especificados”. Para se ter uma ideia da facilidade, o primeiro profissional a se inscrever realizou a operação 17 minutos após o serviço ser disponibilizado.

Saiba mais: Escolha o automóvel certo para o seu negócio

Para Carlos da Costa, secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, a ampliação de ocupações que podem ser consideradas como MEI é um passo importante. “Agora o motorista de aplicativo pode finalmente ser MEI pagando R$ 54 de imposto por mês, incluindo já o ISS e INSS. Pode emitir nota fiscal e contar com previdência, serviços públicos e acesso ao crédito”, afirma Costa.

Acesso à Venda Direta

Além dos benefícios que o motorista de apps passam a ter após a formalização, outra vantagem é que, como pessoa jurídica, o profissional pode adquirir um veículo novo com desconto, por meio das Vendas Diretas. Nessa modalidade, o automóvel é comercializado diretamente da montadora para o cliente, com a concessionária atuando apenas como ponte.

Assim, como não existem os custos da loja, o carro é vendido com preço mais em conta – dependendo da marca e do modelo, o desconto costuma girar entre 10% e 20%. Como as Vendas Diretas fazem parte da estratégia de cada montadora, elas evitam anunciar os descontos praticados. Portanto, para obter o benefício, o interessado deve procurar a concessionária e se informar com o responsável pelo setor. A entrega do automóvel, no sistema da Venda Direta, pode chegar a até 30 dias – caso a montadora não tiver em estoque o modelo desejado.

Por conta do desconto e do número cada vez maior de motoristas de apps, as Vendas Diretas estão em alta – dados da Fenabrave, a associação das concessionárias, mostram que a modalidade respondeu por 40,2% das vendas em agosto. A entidade atribui aos motoristas de aplicativos uma grande fatia desses negócios.

Nissan de olho na expansão da categoria

Atentas à expansão da categoria, a Nissan têm criado boas oportunidades. Além do desconto para quem tem CNPJ, a fabricante oferece condições especiais para esses profissionais. Entre elas, garantia com duração de três anos (ou 100 mil quilômetros), assistência 24 horas durante dois anos e o pacote especial de manutenção, com um dos menores custos de revisões periódicas – e mão de obra inclusa – até 60 mil quilômetros.

É bom lembrar que para não perder o direito à garantia, o proprietário do automóvel deve ficar atento à manutenção e realizar as revisões sempre nas concessionárias da marca. No caso da Nissan, os planos com preço fechado permitem ao cliente se programar, pois ele já sabe o valor das revisões com antecedência. A montadora também disponibiliza as informações sobre kits instalados, componentes de desgaste natural de todos os modelos do catálogo, com custo de mão de obra incluído.

Versa: o parceiro ideal de trabalho

O motorista de apps encontra várias opções de veículos no catálogo da Nissan. O sedã Versa é a opção que mais faz sucesso entre os motoristas de apps e é ideal para quem deseja oferecer mais espaço para passageiros e bagagem.

O modelo ainda possui porta-malas com capacidade para 460 litros de bagagem. O Versa pode ser adquirido em versões com motores flex 1.0 e 1.6, e câmbio manual de cinco marchas ou automático CVT, e possui diversos equipamentos disponíveis, como ar-condicionado automático, central multimídia com tela tátil de 6,75 polegadas com e sistema de navegação, rodas de liga leve etc.

O Kicks, por sua vez, é o SUV urbano da Nissan e um dos modelos mais vendidos do segmento. Com estilo moderno, ele traz um eficiente motor 1.6 flex capaz de entregar 114 cv, que pode trabalhar com um câmbio manual de cinco marchas ou CVT de seis marchas virtuais. Com porta-malas capaz de acomodar 432 litros de bagagem, o modelo tem interior modulável, com bancos traseiros rebatíveis, que permite transportar objetos maiores sem dificuldade.

arrow_forward

R$ 54 por mês é o valor que o microempreendedor individual precisa pagar ao Governo, já incluindo ISS e INSS. (fonte: Sebrae)

arrow_forward

R$ 81 mil é o limite de faturamento anual para o empreendedor poder se cadastrar como MEI (fonte: Sebrae)

arrow_forward

Mais de 600 mil é o número de motoristas cadastrados no principal serviço de transporte por aplicativo no Brasil. (dados de julho/19, fonte: Uber)

arrow_forward

40,2% dos automóveis vendidos no Brasil em agosto foram por meio das Vendas Diretas (fonte: Fenabrave)

arrow_forward Leia mais

Tecnologia ajuda a tornar deslocamentos mais seguros e menos estressantes

Produtor rural quer veículo robusto, mas também busca conforto e tecnologia

“Encontrei o carro na medida para a correria do meu dia a dia”, diz empreendedora

Taxistas precisam se modernizar para enfrentar a concorrência

Empreendedor deve ficar atento aos serviços de pós-venda das montadoras

“Para taxista, o segredo é ter um automóvel versátil”

“Conforto e economia foram decisivos na escolha”

É produtor rural? Então você também pode adquirir um veículo novo com desconto

Escolha o automóvel certo para o seu negócio

Empreendedor pode comprar carro novo com desconto na concessionária. Saiba como

home