ECONOMIA :: Processo de desenvolvimento de software: descubra os principais modelos

por
março 22, 2021

Entende-se por processo de desenvolvimento de software um conjunto de procedimentos estratégicos e organizados com o propósito de arquitetar, desenvolver e testar o software. Além de prestar manutenção para garantir seu bom funcionamento, claro.

Um software bem desenvolvido oferece muitos benefícios para os negócios. É um produto capaz de otimizar várias áreas e serviços de todos os tipos de segmento, além de ajudar na redução de custos. No entanto, para que seja entregue a melhor solução possível, o processo de desenvolvimento de software deve seguir as melhores práticas da área.

Pensando em ajudar você a entender melhor como funciona esse processo, elaboramos este conteúdo. Veja a importância disso e descubra os principais modelos!

Qual a importância e benefícios do desenvolvimento de software?

O desenvolvimento de software possibilita unir tecnologia e estratégia como solução para diversos problemas de um negócio. Cada software possui seus objetivos e tem capacidade de aumentar o nível de produtividade das atividades em que for empregado.

Isso porque a tecnologia de um sistema é capaz de permitir maior controle dos processos da empresa. O que possibilita que tarefas, antes manuais, sejam feitas com eficácia e assertividade, minimizando erros, por exemplo.

Por envolver muito planejamento e estratégia, além de muitas análises, manutenções, implementações e testes, o software possibilita automatizar diversas aplicações. Cada codificação tem suas particularidades justamente para personalizar o produto de acordo com as necessidades do cliente.

Ou seja, a importância do desenvolvimento de sistemas está na eficiência de solucionar problemas de modo automatizado. Isso contribui para a otimização de tempo, serviços e funções dentro da empresa. Inclusive, possibilita que haja redução de custos a longo prazo.

Principais processos de desenvolvimento de software

Agora que você já sabe os benefícios desse tipo de aplicação, saiba que um sistema desse porte só é um bom investimento se o processo de desenvolvimento de software seguir as melhores práticas da área.

A seguir, conheça os principais processos para desenvolver um sistema.

Análise econômica

Uma das etapas do processo de desenvolvimento de software é realizar uma análise econômica do projeto. Afinal, o desenvolvimento do sistema precisa atender aos requisitos do cliente e usuários com qualidade. Ao mesmo tempo, ele não deve ultrapassar o teto estipulado.

Analisar o lucro e o custo previamente é um passo importante ao desenvolver um software. Por isso, questões como tarefas, exigências, recursos, objetivos e utilidades precisam ser verificadas para que haja um levantamento de gastos. Isso vai possibilitar que as melhores metodologias sejam adotadas no desenvolver do projeto.

Análise de requisitos de software

É importante saber que os requisitos de um projeto são as especificações do sistema. Ou seja, o que ele precisa solucionar, quando e como. Basicamente, é pensar nos objetivos que precisa alcançar, utilidade para o usuário final e o retorno que deve atingir.

Para que um processo de desenvolvimento de software seja eficiente, uma análise de requisitos é fundamental. Isso porque é por meio dela que se torna possível garantir que as necessidades do cliente sejam atendidas. É uma etapa capaz de direcionar as melhores abordagens para as demandas e tornar um produto final funcional e seguro.

Especificações de usuário

Nesta parte, as solicitações do cliente passam a ser formalizadas. Isso quer dizer que as especificações do usuário precisam ser estudadas e detalhadas junto ao levantamento de requisitos realizado anteriormente. Desse modo, torna-se possível arquitetar modelos do sistema.

Então, a finalidade dessa etapa é traçar as melhores estratégias para solucionar os problemas e evidenciar o que, de fato, deve ser feito. Esse processo deve ser capaz de permitir visualizar como o sistema vai funcionar diante dos requisitos exigidos.

Arquitetura de software

Chegamos à parte em que o processo de desenvolvimento de software permite que o sistema comece a ser desenhado. A arquitetura de software é a base de todo o projeto. Isso porque ela define o funcionamento interno do sistema para que todas as especificações sejam atendidas.

Esse processo envolve a própria estrutura do sistema, além de questões referentes a linguagem de programação, banco de dados, design de interface, entre outras. Normalmente, isso é feito por um arquiteto de softwares, que direciona todos os componentes citados anteriormente.

Implementação

Já nesta fase, a codificação, de fato, começa a ser feita. Isso sempre seguindo as especificações realizadas nas etapas anteriores. Ou seja, é o momento em que o sistema é codificado em uma linguagem de programação. Esta, por sua vez, compila e gera o código-executável para o desenvolvimento do software.

Há várias linguagens que podem ser utilizadas no processo de desenvolvimento de software, como Delphi, C++ e Java.

Testes

Uma das questões mais importantes quando falamos sobre o processo de desenvolvimento de software é a fase de testes. Isso porque o objetivo dela é executar e validar os requisitos dos clientes. É a hora de analisar se as especificações estão sendo atendidas e se os recursos são eficientes.

Dessa maneira, tanto requisitos funcionais (especificações de usuários) quanto não funcionais (metodologia, tecnologia, performance etc.) devem ser verificados. Afinal, este é o processo que permite encontrar as possíveis falhas e bugs do sistema desenvolvido e solucioná-los. Ou seja, é a etapa de validação e correção.

Documentação

É fundamental que todo software desenvolvido seja documentado. O documento deve informar o objetivo do sistema e detalhar suas especificações.

Suporte

Esta é a etapa de prestar suporte ao cliente. Isso é, caso haja solicitações de alteração, processo chamado de change requests, o suporte deve atender ao pedido. O objetivo é que o sistema tenha qualidade e atenda às demandas do negócio.

Manutenção

Já a manutenção pode ser vista como a última etapa do processo de desenvolvimento de software. Ela é uma garantia de que o bom funcionamento do sistema será mantido.

É uma fase que pode ser feita de duas formas: pela manutenção corretiva e a evolutiva. Na primeira, o prazo para entregar o produto é mantido e as alterações são feitas posteriormente. Já na segunda, é permitido que alterações sejam feitas com o projeto ainda no escopo, o que pode gerar aumento no prazo final.

Por fim, com este texto, esperamos ter ajudado você a entender como funciona o processo de desenvolvimento de software.

Saiba que a Monitora é especialista nisso e está pronta para ajudar empresas a alcançarem seus objetivos. Então, se quiser saber mais sobre esse processo, baixe nosso ebook gratuito!

Site: https://www.monitoratec.com.br/

Contato:
+55 11 95275 9134
+55 16 99624 2181
+55 16 99164 1003

comercial@monitoratec.com.br

Share on Twitter Share on Facebook