GERAL :: Pesquisa divulga o impacto da COVID-19 para empresas de tecnologia e cibersegurança

por
outubro 30, 2020

São Paulo–(DINO – 28 out, 2020) – A grande maioria (83%) dos executivos espera que as mudanças feitas nas áreas de recursos humanos, processos e aplicações como resposta à pandemia da COVID-19 se tornem permanentes (significativas ou parciais), de acordo com dados de um novo relatório publicado pela Radware® (NASDAQ: RDWR), um dos provedores líderes de soluções de segurança cibernética e entrega de aplicações.De acordo com o relatório, C-Suite Perspectives: Accelerated Cloud Migration but Lagging Security, as mudanças causadas pela pandemia afetaram vários aspectos dos negócios, e 44% dos executivos entrevistados relataram um impacto negativo nos orçamentos, 43% relataram uma redução na força de trabalho, enquanto 37% relataram ocupação física reduzida.A pandemia acelerou a migração da infraestrutura de negócios e aplicações para a nuvem. 76% das empresas adotaram serviços em nuvem mais rápido do que planejaram, e 56% dos entrevistados disseram que a economia sem contato – comércio eletrônico, conteúdo sob demanda, videoconferência, etc. – surtiu um impacto positivo em seus negócios. A rápida migração ajudou a manter as operações de negócios, mas potencialmente exacerbou os gaps de segurança cibernética, em razão de um aumento da superfície de ataque. 40% dos entrevistados relataram um aumento de ataques cibernéticos em meio à pandemia. 32% alegaram que confiaram nos serviços de segurança do provedor de nuvem para proteger o gerenciamento de seus ativos de nuvem pública.’A transição para o trabalho remoto e novos modelos de negócios online sem contato não é temporária e está afetando a estratégia futura de como as organizações investem em segurança cibernética’, afirma Arie Simchis, Diretor Regional para América Latina da Radware. ‘Normalmente, as empresas fariam essa mudança por período prolongado. No entanto, a pandemia forçou uma mudança maciça para o trabalho remoto, que agora está gerando novos desafios de segurança’.Outros resultados importantes da pesquisa incluem:Transição para operações remotas: Mais de 80% dos entrevistados disseram acreditar que mais de 25% de seus funcionários trabalhariam remotamente no futuro, um forte contraste com as políticas pré-pandêmicas de trabalho em casa, quando apenas 48% das empresas permitiam que mais de 25% de seus funcionários o fizessem e 6% não permitiam trabalho remoto.Emergência de novos modelos de receitas para apoiar a economia sem contato: Cerca de dois em cada cinco entrevistados do setor de varejo alegaram que fizeram mudanças na ocupação física – incluindo o fechamento de lojas. Muitos varejistas enfrentaram pressão para adotar práticas que facilitassem a experiência do cliente, como retirada na loja, comércio eletrônico e aumento da utilização de pagamentos sem contato. Mais do que qualquer outro setor, os varejistas relataram a necessidade de adotar ambientes de nuvem ou nuvem híbrida para tornar suas redes mais resilientes, e 57% disseram que planejam hospedar seus ativos em um ambiente de nuvem pública ou privada até 2022.’Antes da pandemia, a transformação digital era um objetivo estratégico de longo prazo para a maioria das empresas. Consumo de conteúdo sob demanda, pagamentos sem contato, retirada na loja e mão de obra remota são agora imperativos para qualquer empresa. Os executivos devem rever o que implementaram para garantir que a falta de planejamento de segurança cibernética não prejudique seus objetivos’, finaliza Simchis. Anualmente, a Radware publica os resultados e a análise de uma pesquisa com executivos seniores para entender melhor as percepções dos desafios e oportunidades atuais de segurança cibernética para altos executivos. Este ano, a Radware trabalhou com a Enterprise Management Associates, Inc. (EMA) para realizar a pesquisa global online com 260 executivos em julho de 2020, com distribuição quase igual dos entrevistados das regiões de AMER, EMEA e APAC. Os entrevistados representam diversos setores com uma receita mínima de US $ 250 milhões e que têm entre 1.000 e 9.999 funcionários. Para ver uma cópia completa do novo relatório, C-Suite Perspectives: Accelerated Cloud Migration but Lagging, clique aqui https://www.radware.com/resources/c-suite-2020.

DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

Share on Twitter Share on Facebook