AGENCIA 99 :: Transporte por aplicativo ajuda a realizar sonhos

por
fevereiro 5, 2021

Reformar a casa, trocar o carro, viajar para um lugar paradisíaco, fazer intercâmbio ou um curso muito desejado. Enfim, cada pessoa possui um sonho. Às vezes, porém, para realizá-lo é preciso pegar papel e caneta na mão e planejar, especialmente no período socioeconômico em que estamos inseridos.
Afinal, com o orçamento mensal comprometido com as contas do dia a dia, como conseguir o valor necessário para algo tão esperado? As soluções são: reduzir as despesas ou aumentar os rendimentos utilizando o tempo livre para desenvolver outra atividade.
Alguns preparam doces e vendem para amigos e vizinhos. Outros comercializam produtos pela internet. Para quem gosta de dirigir, o transporte por aplicativo é uma solução atrativa, que facilita até mesmo acompanhar a meta em busca do sonho. Em resumo: ao verificar no app que alcançou o valor diário estipulado, é só seguir para a casa. Além disso, a solução dribla uma das grandes dificuldades para quem inicia uma atividade extra: a conquista de clientes. Afinal, após o processo de credenciamento, é só deixar a ferramenta ligada e as chamadas aparecem.
Durante a pandemia do coronavírus, a procura por esse serviço se manteve em alta. Entre os motivos, a necessidade do distanciamento social e a impossibilidade de muitos trabalhadores permanecerem em casa durante o período.
Para se ter uma ideia, a 99 registrou um aumento de 55% nas chamadas nas regiões fora dos centros expandidos, segundo levantamento da empresa, que constatou ainda que 20% dos moradores das zonas periféricas das principais capitais brasileiras precisaram trabalhar diariamente desde março de 2020, quando muitas cidades começaram a instituir medidas de isolamento social.

Planejamento necessário

Apesar das vantagens, ter a disposição necessária para dedicar algumas horas do dia para transportar as pessoas não basta. É preciso um planejamento para evitar que o dinheiro extra siga para outras finalidades, adiando o sonho.
Especialista em planejamento financeiro, Flávia Knop explica que o primeiro passo é avaliar a nova fonte de renda e, consequentemente, verificar quanto tempo será necessário por mês para alcançar o objetivo traçado. “O que muitas pessoas fazem é gastar, sem realmente saber se contará com o recurso. Então, uma das primeiras coisas é ter certeza sobre a sua fonte de renda. Faça um planejamento específico para cada centavo que você de fato terá disponível. Assim, a pessoa conseguirá se organizar”.
No caso específico dos motoristas por aplicativo, Flávia lembra que os ganhos são diários. Por isso, a fonte de renda deve ser calculada dia após dia. “A pessoa precisa ter todas as despesas na ponta do lápis, que é o próprio investimento no negócio. Porque, se o carro não puder andar, não tem como fazer atendimento com o aplicativo. De olho em todos os gastos, é possível determinar uma meta diária a ser cumprida de faturamento”.

Gerenciar os recursos

A especialista reforça a importância deste planejamento tanto para as ações do dia a dia quanto para o estabelecimento de metas para projetos a longo prazo. Para facilitar a gestão dos recursos, Flávia indica algumas ações que devem ser adotadas para a construção da lista de prioridades, que facilitará reduzir os gastos e, consequentemente, economizar mais, ajudando a guardar o montante ideal. O primeiro passo é evitar fazer anotações enquanto estiver com fome ou sono. Isso elimina o impulso de incluir na lista gastos que não são prioritários.
Na sequência, verifique em todos os ambientes da casa produtos que estão faltando e que precisam ser adquiridos. É preciso saber também o valor de cada produto. Por fim, respeite o orçamento estipulado para os gastos do mês. Então, pegue o valor economizado e acrescente ao montante já conquistado com o serviço extra.

Cortes de despesas

——————————————————————————–
Recordar constantemente sobre a meta estabelecida, facilita tanto entrar no carro para uma jornada extra de trabalho quanto no corte momentâneo de determinadas despesas. A assessora de investimentos Luciana Ikedo acredita que seja primordial iniciar a tarefa eliminando alguns gastos recorrentes. “Temos exemplos, como TV a cabo ou streaming, tarifas bancárias e de cartão de crédito. Isso sem falar em planos de celular que não são utilizados”, frisa.
——————————————————————————–

——————————————————————————–
Para Luciana, renegociar contratos, como aluguel, também é uma alternativa. A dica, vale também para quem tem dívidas bancárias como: financiamento imobiliário ou veículos e crédito pessoal, por exemplo.
——————————————————————————–

——————————————————————————–
Por fim, outro ponto importante é a adaptação da rotina ao momento atual, evitando novos gastos. “É preciso, ainda, evitar desperdícios, compras em excesso e por impulso”, conclui.
——————————————————————————–

——————————————————————————–

99

Share on Twitter Share on Facebook