Empreendedor cria aplicativo para ajudar pecuaristas

Iago Botelho fundou, com os irmãos, a Fertili, plataforma que permite controlar todo o ciclo de compra, produção e venda de animais

O economista Iago Botelho, de 26 anos, sempre teve o sonho de empreender. Ele só não imaginava que a inspiração para começar seu negócio viria de dentro de casa. O pai de Iago, Gilson, procurava uma plataforma para controlar o ciclo de compra, produção e venda de gado da fazenda deles, em Vitória da Conquista, na Bahia. Nada atendeu à demanda.

“A gente buscou alternativas, mas nenhuma delas dava conta de 100% do ciclo de produção, então resolvemos criar nosso próprio sistema. Não passava pela nossa cabeça lançar um produto”, lembra Iago. Foi assim que nasceu a ideia da Fertili, um aplicativo em desenvolvimento há cerca de um ano e com lançamento previsto para o fim de 2018.

O primeiro passo foi arrecadar investimento. Depois, ele e os irmãos, que são sócios, montaram uma equipe para fazer os primeiros testes. Com três meses, veio o insight: fazer um negócio tanto de gestão da propriedade quanto de compra e venda de animais. “A gente quer completar o círculo da pecuária”, explica Iago. Segundo ele, nas pesquisas de mercado, não encontraram solução semelhante, inclusive fora do Brasil.

O aplicativo vai cobrir formas de produção (animal solto, animal semiconfinado ou confinado) e produção de leite ou carne, além de contar com uma aba só de compra e venda. Na primeira fase, o Fertili será voltado apenas para bovinos, e, depois, expandido para módulos de caprinos, ovinos e equinos. Cada usuário terá 30 dias grátis para testar o sistema e depois poderá migrar para formato pago. Serão oferecidos quatro tipos de plano, de acordo com a quantidade de animais na propriedade.

Para Iago, o principal desafio de ser dono de um aplicativo é se manter atento às demandas dos clientes. “A gente está num mercado que, se não resolvermos um problema de fato, não temos sucesso. Todo mundo tem ideia de start up, mas o diferencial é estar focado em um serviço que resolva um problema real”, afirma.

“A gente está num mercado que, se não resolvermos um problema de fato, não temos sucesso."
Iago Botelho

Por encarar o desenvolvimento da Fertili já como um negócio, Iago procurou fazer a gestão da empresa desde o início do projeto. Depois de feito o investimento, buscou o QuickBooks para controlar o fluxo de caixa. O sistema permite fazer todo o controle de gestão financeira, cria relatórios fáceis de visualizar, gera alertas de datas de pagamentos e possibilita o acesso dos dados da empresa pelo smartphone.

O fluxo de entrada e saída é controlado diariamente, toda vez que alguma operação é feita, seja ela virtual ou mesmo física. Do dinheiro aplicado às contas de água e luz, nada fica fora do sistema. “A gente não conseguiria tocar o financeiro da Fertili sem o QuickBooks”, conta Iago.

“A gente não conseguiria tocar o financeiro da Fertili sem o QuickBooks.” Iago Botelho

Na expectativa do lançamento do seu próprio aplicativo, o empreendedor já pensa na expansão. “Demoramos este um ano porque queremos entregar um produto que realmente funcione. O mercado de produção de carne é gigantesco, e a gente espera um futuro brilhante”, diz.

"O mercado de produção de carne é gigantesco, e a gente espera um futuro brilhante.”
Iago Botelho