Música

11 de junho de 2018

Música clássica na era do streaming

Embora os títulos apareçam em menor quantidade, é possível gastar boas horas explorando a discoteca básica dos clássicos. Os serviços de streaming contam com centenas de playlists e dedicam atenção considerável aos lançamentos: na última semana, por exemplo, um deles chegou a listar mais de 190 títulos na seção Classical Music. Outra opção está nas plataformas exclusivas para o gênero, que, aliás, têm travado uma luta pela concorrência.

Após ter a sua trajetória “independente” interrompida em maio de 2016 por dificuldades financeiras, o Grammofy retornou recentemente ao mercado com força total, apostando numa parceria com o próprio Spotify. Por sua vez, o Idagio, que já contava com cerca de 650 mil faixas em seu catálogo, fechou parceria com a Warner Classics e a Erato para disponibilizar online todos os títulos das duas icônicas gravadoras. A disputa ainda inclui o Primephonic, que garante primar por qualidade de áudio à altura da grandiosidade de sua matéria-prima. Por fim, ainda é possível se surpreender no YouTube e em podcasts que habitam a rede.

Há dez anos no ar, o Classical Music Only, por exemplo, conta com mais 140 mil assinantes e acumula expressivas 175 milhões de visualizações. Ele oferece acesso a listas de reprodução específicas reunindo obras de compositores como Bach, Rossini, Rachmaninoff e Shostakovich, entre outros.

Outra referência é o Classical Tunes, idealizado com o objetivo de oferecer um catálogo para construir o repertório de iniciantes. São mais de 30 listas de reprodução para longas horas de Schubert, Mozart, Vivaldi, Liszt, Stravinsky… A lista é bem grande.

Já o Contemporary Classical Music abre espaço para novos artistas. Ele foi gerado automaticamente pelo YouTube para criar playlists com obras contemporâneas de compositores de todos os cantos do planeta, inclusive sem tanta tradição no gênero, tais como Islândia, Uruguai, Ucrânia, Taiwan, África do Sul, Montenegro, Holanda e Paquistão.

E para quem domina o inglês, vai a última dica: o podcast da BBC Music Magazine. Os episódios são quinzenais, habitualmente dedicados à gravação eleita como “a melhor do mês” pela equipe do programa e às primeiras audições de lançamentos.

Ver comentários