Música

02 de maio de 2016

Primeira vez em um concerto

Não é por acaso que associações culturais como o Mozarteum Brasileiro oferecem todo ano espetáculos de música clássica gratuitos para adultos e crianças. Afinal, para a entidade, a oportunidade de apreciar um concerto é uma experiência única e enriquecedora, a que todo indivíduo deve ter acesso. Mas quando a pessoa está estreando como espectador de concertos podem surgir algumas dúvidas sobre como se portar. No entanto, não é preciso se sentir intimidado com o ambiente e a “etiqueta” deste universo. Com alguns conselhos simples, é possível compreender como agir nessas ocasiões e tornar a experiência ainda mais completa e significativa.

Com que roupa?
Ambientes suntuosos como o de grandes teatros podem deixar alguns ressabiados. Será que é necessário vestir uma roupa de festa ou algo muito refinado? A resposta, sem dúvida, é: não. De black tie você só vai ver os músicos. Vista-se de forma confortável, como você se vestiria se fosse visitar amigos queridos ou assistir a um filme no cinema. O importante é sentir-se bem com você mesmo, e ao mesmo tempo se preparar para prestigiar artistas que ensaiaram duramente para subir ao palco naquele dia.

Sinais sonoros
Tradicionalmente, antes do início de um concerto, são dados três sinais sonoros, em intervalos regulares de 5 a 10 minutos. Eles têm o objetivo de alertar os espectadores sobre o tempo que falta para o começo do evento. Ao ouvir o primeiro sinal, fique atento e aproveite para terminar o café ou ir ao banheiro. Quando soar o segundo, o melhor é ir se dirigindo para dentro da sala. Após o terceiro, atenção: o espetáculo vai começar!

Lugares marcados
Ao entrar na sala de concertos, tenha em mãos o seu bilhete: os lugares são marcados e é nele que está indicado onde deve se sentar durante toda a apresentação. Se tiver dúvidas, é só procurar um dos funcionários que ficam dentro da sala e cuja função é justamente auxiliar o público no que for necessário.

O silêncio durante a apresentação é algo fundamental

O silêncio durante a apresentação é algo fundamental

 

Silêncio!
Um dos aspectos mais importantes a ser observado durante uma apresentação de música clássica é o silêncio. É dele que depende um melhor aproveitamento do espetáculo, tanto por você quanto para os que estão ao seu lado. A música clássica raramente se utiliza de microfones e é feita de sutilezas, que podem se perder em meio a ruídos da plateia. Se for necessário se mexer ou pegar algum objeto enquanto a música soa no palco, mantenha atenção redobrada para não causar incômodos. Tosse? É sempre bom ter um lenço à mão.

Aplausos
Grande parte das peças de música clássica tem longa duração e são divididas em várias partes (chamadas de “movimentos”). Tradicionalmente, costuma-se aplaudir apenas ao final do último movimento de uma peça, mesmo que no meio haja momentos que mereçam reconhecimento. O melhor é permanecer em silêncio e guardar seu aplauso para a música e o artista só ao término da obra. Como saber então se a música terminou ou se apenas estamos mudando de um movimento para outro? É simples: basta olhar no livreto que traz o programa do concerto, que o Mozarteum distribui gratuitamente no início de cada apresentação.

Ver comentários