Já ouviu falar de Native Ads?
259 views

Já ouviu falar de Native Ads?

Se o objetivo de sua marca é dialogar com os millennials, aquele grupo de pessoas que têm hoje entre 18 e 35 anos e que cresceram com a internet, é bom começar a prestar atenção num tipo específico de branded content: o Native Ad ou Publicidade Nativa. O diferencial aqui é não ter um formato padrão de publicidade, aparecendo como um conteúdo destacado ou recomendado dentro de portais, sites e blogs relevantes, sem prejudicar a experiência do usuário.

Na prática, eles são apresentados como recomendações de conteúdo dentro de sites de notícia. Como têm manchete e linha fina, o conteúdo aparenta fazer parte do site noticioso. Em geral, trazem recomendações de um especialista ou informações úteis para ajudar numa decisão de compra de produtos ou serviços.

O que os millennials –  jovens em geral engajados com causas sociais e ambientais e que atualmente representam cerca de 30% da população brasileira – procuram é exatamente isso: conselhos, dicas, avaliações e análises de tendências que os ajudem a fazer melhores escolhas. O conteúdo precisa ser interessante e de altíssima qualidade, como um blogpost ou matéria, e ter um especialista reconhecido como fonte. O importante é que o Native Ad combine com o estilo e formato do site que o hospeda e ofereça uma pista clara das informações que oferece.

E surpresa: esses jovens não ligam se o post é patrocinado, desde que tenha a chancela de um especialista na área. Segundo pesquisa da Business Insider, apenas 9% dos millennials ignoram um post se descobrem que ele é patrocinado.

Outra pesquisa recente com 300 millennials dos EUA da consultoria americana Interactive Advertising Bureau (IAB) traz ainda mais informações sobre a interação e engajamento deste público com os Native Ads que podem ajudá-lo na sua estratégia de marketing:

  • 85% afirmam que os Native Ads são iguais ou melhores que outros conteúdos do site ou página;
  • 58% dizem que os publicitários deveriam utilizar só Native Ads
  • 1 em cada 5 afirma ler apenas as manchetes;
  • 44% admitem a visita a um site de uma marca ou site de mídia social depois de ler apenas um título;
  • 64% dizem bloquear anúncios que atrapalhem sua experiência de navegação;
  • 83% afirmam que o conteúdo online é muito útil para fazer decisões de compra

Em outra pesquisa sobre o nível de confiança nas informações, a plataforma de marketing social Hubspot comprovou essas tendências:

  • 84% deste público não confia em nenhum tipo de anúncio publicitário
  • Eles são 44% mais propensos a confiar em especialistas, até mesmo estranhos, do que em anúncios
  • E também 245% mais propensos a serem influenciados por blogs ou redes sociais

 

Share on Twitter Share on Facebook