Conheça o que pensam os jurados brasileiros do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade 2019
430 views

Conheça o que pensam os jurados brasileiros do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade 2019

Na semana que vem, o tapete vermelho se estenderá em Cannes novamente para o início do Cannes Lions 2019 – festival de criatividade que acontece em Cannes, na França, entre os dias 17 e 21 de junho.

Representante oficial do evento no Brasil, o Estadão selecionou 22 nomes para serem os jurados do País. Dos escolhidos para este ano, apenas dois já passaram pela experiência anteriormente: Keka Morelle, da AlmapBBDO, que já atuou em 2006, e Átila Francucci, da Nova S/B, que foi jurado em 1998 e 2005. Os outros 20 selecionados chegam ao júri de Cannes Lions pela primeira vez.

Nas entrevistas com cada um dos 22 jurados, eles revelam um pouco sobre as expectativas para o festival e como devem julgar as diversas peças que passarão pelas suas mãos nos próximos dias.

“Estamos vivendo na era da super transformação e o festival, sim, está procurando olhares diferentes” afirma o estreante Serginho Rezende, da Comando S, que julgará as peças na categoria “Rádio e Audio”. “A minha escolha vem muito de encontro a isso, por eu ser um profissional que atua não só na propaganda, mas também na televisão, no cinema, no conteúdo, com uma visão e uma experiência mais abrangentes, com um diferencial musical”.

Para a jurada na categoria “Design” Karen Cezar, CEO e fundadora da Red Bandana, o grande valor de Cannes está na soma de possibilidades de aprendizado. “Você se recicla nas palestras, faz networking nos intervalos e nos happy hours pós evento e ainda fica em dia com as tendências globais da criatividade em todas as categorias”, afirma.

Já o jurado de “Media” Paulo Ilha, VP de Mídia da DPZ&T, espera ver e julgar “trabalhos globais de alto nível que tenham gerado resultados para as marcas e apresentem uma mistura muito bem equilibrada entre utilização de dados, tecnologia e criatividade”.

Segundo Monique Lopes Lima, diretora de projetos especiais da África, e jurada de Print e Publishing, Cannes é um festival que preza muito por isso. “Com um time de júri sempre plural de todos os lugares do mundo, eles conseguem extrair diferentes perspectivas sobre um mesmo trabalho e, assim, só é premiado quem realmente é unanime dentre diferentes vivências no mundo”.

Além dos 22 nomes que o Estadão indicou, existem 11 brasileiros que trabalham em outros mercados e que também julgarão peças. No total, o Brasil terá 33 jurados em Cannes. O que mostra a relevância tanto do mercado brasileiro como também do profissional do País.

Confira aqui as entrevistas, na íntegra, com os outros 18 jurados brasileiros do Cannes Lions 2019.

Share on Twitter Share on Facebook