O que esperar do branded content para 2019
365 views

O que esperar do branded content para 2019

Neste post, vamos destacar uma lista de tendências para 2019, desenvolvida pelo Native Advertising Institute, da Dinamarca, baseadas nas previsões de 39 especialistas do setor. Confira abaixo algumas delas.

Tecnologia na produção e nas métricas
Os anunciantes querem medir os resultados do branded content e a tecnologia é fundamental para essa mensuração. Porém, mais do que isso, agora ela se torna uma aliada para identificar histórias relevantes, direcioná-las para o público certo e, por fim, medir os impactos e resultados alcançados.

“A publicidade nativa está amadurecendo e, com esse crescimento, os anunciantes exigirão uma abordagem baseada em dados e insights, em todas as fases do projeto. Será uma exigência a prova de que o conteúdo certo está sendo planejado, que as otimizações corretas estão sendo administradas e que os KPIs estão sendo medidos para determinar o sucesso final”, ressalta Dan Rubin, diretor executivo do Studio M da Meredith Corporation.

Conteúdo autêntico
Formatos, canais e métricas continuam em constante transformação. Porém, a narrativa envolvente, relevante e autêntica ainda é o ‘x da questão’.

“À medida que a paisagem de conteúdo digital se torna mais confusa com ruídos e mais difícil de navegar, devido às restrições e mudanças de regulamentações, contar histórias autênticas será o norte verdadeiro para as marcas seguirem”, diz Tim Clark, vice-presidente de Ampliação de Publicidade e Audiência Nativa na SAP.

Se a qualidade do conteúdo é consenso, a forma mais eficiente de entregá-lo divide opiniões. Há quem diga que o vídeo é o melhor caminho para contar uma história interessante. Outros especialistas acreditam que o áudio é onde está o futuro. De qualquer forma, desenvolver habilidades para uma boa narrativa vai sempre muito bem.

O ano da publicidade nativa / branded conent
2019 vem para consolidar o branded content. “A publicidade nativa já é parte integrante dos planos de marketing, tornando-se um ‘must have’ (é preciso ter) ao invés de um ‘é bom ter’. Profissionais de marketing e editoras chegaram a um patamar de aceitação e compreensão do canal, que era atípico cinco ou mesmo três anos atrás”, diz Rebecca Lieb, Co-fundadora e analista da Keleido Insights.

Parcerias estratégicas e colaboração
A relação de confiança entre as marcas e os estúdios de branded content / publicidade nativa se faz cada mais necessária. “Uma parceria estratégica abrirá caminho para uma campanha publicitária nativa melhor, seja ela via mídia impressa, online, social ou uma combinação”, diz Maibritt Holm, chefe de publicidade nativa da Aller Media.

Além de relacionamentos de longo prazo entre marcas e editores, a publicidade nativa é multidisciplinar e exigirá que os estúdios abracem especialistas de fora de casa para trazer valor aos seus clientes.

Se você quiser ler mais tendências, segue o link para baixar o ebook, em inglês.

Share on Twitter Share on Facebook